3 manifestação do alzheimer

Manifestação do alzheimer

Mesmo em sua fase mais leve, o Alzheimer se manifesta através de alguns sintomas, que não devem ser ignorados, uma vez que o tratamento precoce pode evitar a evolução progressiva da doença.

No primeiro estágio, a pessoa que possui Alzheimer apresenta alterações em sua memória e na personalidade, além de perda de suas habilidades visuais e espaciais.

Com o tempo, a pessoa pode ter dificuldades para falar, se movimentar e realizar tarefas simples, sendo que, se avançar, a pessoa pode ter restrição para executar tarefas do dia a dia e deficiência motora até, por fim, evoluir para a restrição ao leito.

Para Maiores informações entre em contato:

Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte

(31) 4101-5372

Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH

Não atendemos por convênio

2 pratica de exercicios fisicos na prevencao da demencia

Prática de exercícios físicos na prevenção de demências

Os benefícios de uma prática física regular já estão comprovados há muito tempo, mas o que poucas pessoas sabem é que a prática constante de exercícios pode ajudar na prevenção de demências.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), existe uma relação direta entre hábitos que fazem bem para o funcionamento cardiovascular e os que melhoram a atividade cerebral, de modo que os exercícios físicos estão entre eles.

Além disso, há uma série de atitudes que podem ser realizadas para evitar ou diminuir o impacto da demência na terceira idade, como não fumar ou beber, controlar o peso e diminuir a taxa de colesterol.

 

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

1 quando procurar um geriatra

Quando procurar um geriatra?

O geriatra é o principal responsável por garantir um envelhecimento que aconteça da forma mais saudável possível, atuando na prevenção e no tratamento de doenças próprias da terceira idade.
O profissional geriátrico pode ser consultado, principalmente, em duas ocasiões, sendo a primeira para acompanhamento das doenças já existentes, entre elas as demências, que são próprias dessa idade.
Além disso, é possível se prevenir de doenças que possam vir a acontecer nessa faixa de idade, adotando hábitos de vida desde os 40/50 anos e que possam garantir um envelhecimento cada vez melhor.

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

Aumenta uso de antidepressivos entre idosos

Aumenta uso de antidepressivos entre idosos

Segundo um estudo inglês, o uso de antidepressivos na população idosa mais do que dobrou em um período de 20 anos, contabilizando de 1991 a 2011, elevando a taxa de 4,2% para 10,2% de casos no Reino Unido. Já no Brasil, o aumento da propagação desses medicamentos gera uma expectativa de crescimento semelhante.
Apesar do dado, o número de idosos diagnosticados não seguiu a mesma proporção, significando que há sim o aumento pelo tratamento da doença e um maior cuidado com essa faixa etária.
É importante salientar que o tratamento da depressão tem papel essencial na prevenção de outras doenças, como as demências, que podem ser ocasionadas pela falta de dopamina no cérebro.

 

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

cuidados em casa

Cuidados em casa para familiares portadores de demência

O suporte para pessoas com demências nas atividades, além de muito importante, precisa ser constante, pois a perda cognitiva causada por essas condições pode fazer com que coisas simples sejam esquecidas, o que pode vir a causar grandes perigos ao idoso.
Entre os principais problemas que podem causar riscos de vida por descuido, estão as quedas, que são mais fatais nessa idade, queimaduras, cortes, vazamento de gás e intoxicação por ingestão de diferentes substâncias prejudiciais ao organismo.
Para quem possui pessoas com demência na família, é essencial estar sempre estar atento com alguns cuidados especiais, como evitar ambientes com escadas, objetos cortantes de fácil alcance, além da verificação diária do gás e fogão para prevenção de vazamento.

 

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

capacidade funcional

Capacidade funcional na prevenção de demências

A capacidade funcional (CF) é um conjunto de várias qualidades, capazes de gerar uma relação harmônica à pessoa, sendo elas, saúde física e mental, apoio da família, independência econômica e autonomia nas atividades diárias.
Segundo estudos, a baixa CF pode aumentar os riscos de desenvolvimento de demência em idosos, sendo que a ausência de qualquer uma dessas eficácias citadas pode desequilibrar a capacidade funcional e gerar perda da capacidade cognitiva.
Para aumentar a CF de pessoas idosas, existe uma série de atividades que podem ser feitas, como exercícios físicos leves, socialização, independência na prática de tarefas do dia a dia e suporte constante por parte dos familiares.

 

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

demencia alcoolica

Demência alcoolica

O abuso crônico de álcool pode ocasionar uma série de condições, uma delas sendo a demência alcoólica, no qual o excesso dessas bebidas afeta as células nervosas, causando lesão no cérebro.

Entre os principais sintomas causados pela demência alcoólica, estão a dificuldade no aprendizado de coisas novas, alterações de personalidade, dificuldade de equilíbrio e problemas na memória a curto-prazo.

A demência alcoólica é reversível, de modo que é possível combater seus sintomas por meio de um programa que inclui alimentação saudável, visitas constantes ao médico e, é claro, a abstinência do álcool.

13

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

demencia late

Descoberta nova demência: A LATE

Recentemente, foi descoberto um novo tipo de demência, a encefalopatia TDP-43 límbico, também conhecida como doença de LATE, uma condição que, até então, era diagnosticada como Alzheimer.

Estima-se que 20% dos casos diagnosticados como Alzheimer no mundo possam ser LATE, uma doença que tem como principal característica a manifestação a partir dos 80 anos de idade, sendo que, no Alzheimer, os principais sintomas, em geral, aparecem a partir dos 65 anos.

A descoberta dessa nova demência pode auxiliar no tratamento de quem a possui, abrindo campos de pesquisa em busca de novas soluções mais eficazes a essas pessoas, antes tratados como portadores de Alzheimer.

 

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

consumo exagerado de gordura trans demencia

Consumo de gordura trans aumenta em até 75% riscos de demência

Segundo estudo realizado no Japão e registrado pela Academia Americana de Neurologia (AAN) em 2019, foi comprovado que o consumo exagerado de gorduras transgênicas aumenta em até 75% o risco do desenvolvimento de demências.

Essas gorduras também são associadas ao risco de doenças como as cardíacas e diabetes tipo 2, estando presentes, principalmente, em alimentos como margarinas, bolo, bolachas, batatas fritas, pasteis, sorvetes e salgadinhos de pacotes.

Vale lembrar que as demências não são evitáveis, mas adotar estilos de vida saudáveis reduz os efeitos de seus sintomas caso eles se manifestem, fazendo com que o seu tratamento seja mais eficaz.
Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio

Início

Conversando com pessoas que possuem alzheimer

Conversando com pessoas com Alzheimer

Conversar com uma pessoa acometida pelo Alzheimer requer algumas atenções especiais, uma vez que a condição interfere em áreas do cérebro que afetam diretamente a comunicação do dia a dia.
Primeiramente, é importante ter paciência e utilizar um tom calmo na conversa, buscando falar de uma forma clara, concisa e simples, de modo a facilitar a conversa!
Também é importante ser tolerante com perguntas feitas repetitivamente, explicando com calma em todas as vezes que forem necessárias.

 

Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio