doença de parkinson

Doença de Parkinson

A Doença de Parkinson é uma condição degenerativa que afeta a capacidade do cérebro de produzir dopamina, ocasionando a sua redução acima do normal, principalmente, para pessoas acima de 60 anos de idade.
A dopamina é responsável por realizar de forma automática todas as funções voluntárias do nosso corpo, e a sua redução ocasiona a perda desse automatismo, gerando sintomas como perda de rigidez nas articulações dos membros superiores, lentidão motora, tremores e desequilíbrio.
Embora não seja possível prevenir e nem curar o Parkinson, é possível controlar a doença, através da medicação por toda a sua vida e de práticas para garantir a qualidade de vida do paciente, como fisioterapia, suporte psicológico, alimentação balanceada e atividades físicas.
 
Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio
o que e demência?

O que é demência?

Com o envelhecimento, muitos problemas psicológicos, físicos e neuropsicológicos podem surgir. Entre eles, a demência tem uma grande incidência em idosos.
A demência é a perda progressiva das capacidades cognitivas como memória, atenção e aprendizagem. O seu avanço leva à perda da independência para realizar as atividades diárias, causando também vários problemas psicológicos.
Os quatro tipos mais comuns de demência são Doença de Alzheimer, Demência Vascular, Demência com Corpos de Mewy e Demência Frontotemporal. Geralmente, as demências têm início sutil e evolução lenta. É preciso observar alterações e, em caso de dúvidas, procurar um médico geriatra para que o diagnóstico seja realizado.
 
Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio
Isolamento social em idosos

Isolamento social em idosos

É comum a queixa de que os idosos que antes costumavam sair para comer fora, fazer atividades culturais e encontrar parentes e amigos, já não quer sair de casa. Essa condição é chamada de isolamento social e é um sinal de alerta.
Diferente do que muitos pensam, isso não é parte natural do envelhecimento e pode estar relacionado a um episódio depressivo ou ainda, ser sinal de um quadro de demência.
Quando se percebe essa tendência, é preciso procurar um médico.
 
Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio
Alzheimer o que é

O que é Alzheimer?

Um dos principais tipos de demência, a Doença de Alzheimer é um transtorno neurodegenerativo progressivo e fatal com comprometimento das atividades de vida diária e uma variedade de alterações comportamentais.
O sintoma mais característico é a perda de memória recente, entretanto, com sua progressão, o paciente pode apresentar perda de memória remota (fatos mais antigos), dificuldade de orientação no espaço e tempo, repetição de frases, dificuldade para acompanhar conversas ou pensamentos complexos, incapacidade de resolver problemas, dificuldade para expressão verbal, irritabilidade sem motivo aparente, agressividade e tendência ao isolamento.
Embora ainda não exista cura para a Doença de Alzheimer, o tratamento visa retardar a evolução da doença, além de melhorar a qualidade de vida do paciente e de seus cuidadores.
 
Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio
Demência

Demência

Com o passar do tempo, o cérebro pode perder parte de sua função, passando a apresentar problemas cognitivos que comprometem a independência do idoso para realizar atividades do dia a dia, são os casos de demência.
O termo demência não é exatamente para uma condição em si, mas para o conjunto de sintomas relacionados direta ou indiretamente a condições e ocasionam a degeneração cognitiva, como Alzheimer, Parkinson, corpos de Lewy ou ainda hábitos não saudáveis e tumores.
É importante realizar consultas regulares com o geriatra para garantir que esses quadros possam ser controlados, no caso de demências progressivas, ou tratadas, em caso de sintomas causados pelo estilo de vida.
.
Para Maiores informações entre em contato:
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Não atendemos por convênio
Ingestão de leite magro

Ingestão de leite magro

Após os 40 anos, é importante uma dieta balanceada para o idoso, e isso inclui tomar pelo menos dois copos de leite magro, também conhecido como desnatado, devido aos nutrientes contidos nele, como potássio, cálcio e fósforo.
O leite desnatado é centrifugado com o intuito de realizar a remoção de sua nata, havendo assim menos gorduras e sendo indicada para pessoas idosas devido a maior propensão dessa faixa de idade em ter colesterol.
Apesar disso, o leite magro possui menos nutrientes que o integral, por isso recomenda-se ir ao geriatra para que possa ser indicado uma dieta balanceada, que inclua esses nutrientes com a inclusão de frutas, verduras e carnes magras.
 
Para Maiores informações entre em contato:
 
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
 
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
 
Não atendemos por convênio
Diabetes na terceira idade

Diabetes na terceira idade

Segundo pesquisas, cerca de um terço das pessoas com diabetes possuem mais de 65 anos, faixa de idade que, embora tenha o tratamento da condição semelhante aos mais jovens, possui certas particularidades em relação ao seu modo de manifestar.
Primeiramente, o diagnóstico é um pouco mais complicado, pois as variações da condição se manifestam de formas semelhantes no organismo, sendo um pouco mais difícil distinguir quando é o tipo 1 ou tipo 2 da doença.
Também é possível que a diabetes possa ocasionar outras doenças, principalmente as oculares, como o edema macular e a retinopatia diabética, por isso a importância do diabético em ir constantemente ao oftalmologista.

 

Para Maiores informações entre em contato:

Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372

Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH

Não atendemos por convênio

Quedas em idosos

Queda de pessoas idosas

A terceira idade traz consigo uma queda na força da musculatura, do equilíbrio de dos reflexos, responsáveis por proteger o corpo de quedas, o que leva a um maior número de tombos em pessoas nessa faixa. Estima-se que entre 30%  a 40% dos idosos sofram alguma queda pelo menos uma vez ao ano.

Além do risco físico, as quedas são a sexta principal causa de mortes entre pessoas idosas, o medo de cair novamente pode causar imobilidade, atrofia muscular, isolamento social e depressão.

É importante levar o idoso que, eventualmente, sofra de alguma queda, para o geriatra, que irá abordar o problema de forma ampla, revisar o histórico clínico e avaliando atividades para restaurar o equilíbrio e aumentar a sua força muscular.

 

Para Maiores informações entre em contato:
 
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
 
Rua Bernardo Guimarães nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Alcoolismo em idosos

Alcoolismo em idosos

O alcoolismo em excesso é um grave problema na sociedade, e com os idosos não é diferente, uma vez que pessoas mais velhas tendem a sentir mais as consequências que as bebidas provocam no organismo.
 
Com o passar do tempo, o nível de água no corpo diminui, o que faz com que o efeito de desidratação que o álcool produz fique mais acentuado em idosos, colaborando para que a redução da lucidez seja maior.
 
Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas pode ocasionar a ineficácia de remédios para condições próprias da idade e contribuir para o surgimento de quadros demenciais, cirrose, pancreatite e no agravamento de sintomas de doenças preexistentes.
 
Para Maiores informações entre em contato:
 
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães
nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH
Obesidade na terceira idade

Obesidade em pessoas idosas

Com o passar da idade, a quantidade de massa muscular diminui, mesmo entre as pessoas fisicamente ativas, fazendo com que as chances de obesidade aumentem para quem está na terceira idade.
O excesso de peso em idosos pode causar diversos problemas de saúde, como diabetes, hipertensão, condições cardiovasculares, dificuldades para dormir e de locomoção, além de sofrer perda de qualidade de vida e comprometer suas atividades sociais.
Existem maneiras simples de se manter com o peso em dia, como manter uma dieta saudável e atividades físicas supervisionadas. Para isso, é importante uma consulta ao profissional médico, que irá orientar qual a melhor opção para você.
 
 
Para Maiores informações entre em contato:
 
Dra. Mariana Almeida — Geriatra em Belo Horizonte
(31) 4101-5372
Rua Bernardo Guimarães
nº 2717 – Sala 903, Lourdes BH